Dia 17 e 18, estivemos presentes no 27 º CONVECON. O evento foi muito rico e com diversas trocas de conhecimento nos diversos painéis sobre as principais mudanças do mundo contábil, as quais estão muito em linha com que o vemos e sentimos sobre as perspectivas para o mundo da contabilidade.

O compliance foi um tema em destaque e que nos despertou muita atenção. A partir da origem da palavra compliance, vemos que a mesma é oriunda da expressão inglesa “ to comply”, que significa conformidade e é justamente a conformidade que estabelece as diretrizes da empresa quanto às situações de risco.

No Brasil, o compliance ganhou muito destaque a partir de 1992, quando aqui se começou a adequação aos padrões éticos do combate à corrupção motivado pelo aumento da competitividade das empresas transnacionais.

Estipular um programa de compliance é muito importante para empresas que desejam atuar de forma regular com a legislação e todos os regulamentos internos. Na prática, compliance é um conjunto de regras que vão nortear todas as ações da empresa, como se fosse um guia do que pode ou não ser feito.

Um estudo realizado pela Association of Certified Fraud Examiners – ACT  demonstrou que empresas que tem ações de compliance e uma política estabelecida conseguem tanto melhores condições de juros em operações bancárias e de financiamento. Também ficou demonstrado que cerca de 5% das receitas das empresas acabam sendo perdidos por fraudes, impactando diretamente o resultado dos negócios.

Hoje em dia, para participar de licitações e poder vender ou prestar serviços para órgãos públicos, é importante ter uma política de compliance, pois acabam sendo critérios de desempate, quando não acabam por restringir a participação apenas às empresas que tenham seus programas instituídos.

O mapa da transparência internacional denota que o Brasil é um dos países com maior percepção de corrupção. Por esse fato, o compliance se faz cada vez mais necessário e pode ser um agravante na hora de grandes empresas optarem por um ou outro fornecedor.

O compliance tributário tem por objetivo garantir que as rotinas fiscais e tributárias estejam em dia com o cumprimento adequado das obrigações acessórias, pagamentos de tributos e demonstrações contábeis e fiscais. 

Hoje o TaxDahs permite que o confronto e validação dos dados tributários seja feito de forma muito mais rápida, utilizando a cultura Data Driven para auxiliar na análise dos dados e garantia de que o Compliance tributário está em conformidade com as normas estabelecidas.

Em caso de dúvidas, envie uma mensagem para contato@taxcel.com.br


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This