Saiba o que é uma TaxTech aqui!

O controle das obrigações tributárias e acessórias é fundamental para qualquer empresa. Isso porque qualquer tipo de deslize pode causar sanções severas, seja com pagamento de multas, seja até mesmo respondendo criminalmente perante os órgãos fiscais da Receita Federal.

Importantes aliadas nesse processo de controle e gestão, as TaxTechs podem auxiliar consideravelmente o trabalho dos gestores dessa área. Porém, ainda são poucos que conhecem o que de fato elas são e os benefícios que podem trazer.

Continue lendo, saiba o que é TaxTech e tire suas dúvidas sobre o tema.

O que é TaxTech

O termo “TaxTech” conjuga as duas ideias embutidas no conceito: tributos (“Tax”) e tecnologia (“Tech”). Assim, ele diz respeito às startups que focam em tecnologias e soluções para o setor tributário, se debruçando em formas de automação, aplicações inteligentes, entre outros pontos que auxiliam em uma gestão equilibrada e eficiente dos processos nessa área.

As melhorias promovidas podem ser tanto no desenvolvimento de ferramentas que facilitem e favoreçam o cumprimento de obrigações acessórias quanto na criação e implementação de instrumentos que permitam maior acurácia na definição da carga tributária incidente sobre qualquer obrigação.

Assim, as Tax Techs cumprem um papel importante: são aliadas das organizações para que elas possam cumprir com maior facilidade as determinações exigidas pela lei, bem como conseguem apontar eventuais economias fiscais que estejam disponíveis a cada negócio determinado.

Quais são os desafios da transformação tributária

Quando falamos de questões tributárias no Brasil, sabemos que estamos tratando de um tema delicado. Afinal, o país tem um sistema altamente complexo, apontado como uma das falhas que devem ser revistas a fim de reduzir o impacto diretamente ocorrido no bolso dos empresários, principalmente aqueles que desejem empreender no país.

Assim, é preciso encarar os desafios da área tributária com maturidade e eficiência, evitando erros e garantindo o funcionamento adequado do seu negócio a longo prazo.

Custo com o cumprimento das obrigações

Um dos grandes desafios sobre o cumprimento das obrigações tributárias diz respeito ao custo efetivo que cada empresa tem para cumprir adequadamente o que consta na legislação. Isso porque há um custo tanto na correta definição das incidências tributárias (principalmente quando ocorrem atualizações recorrentes) quanto no cumprimento das obrigações acessórias, também previstas pela lei (arquivamento de informações, envio de declarações para os órgãos reguladores etc).

Apesar das diversas obrigações envolvidas, há um ponto positivo: o país é inovador no que concerne à informatização das informações fiscais, o que foi um ganho para todos os lados: o governo consegue manter um controle maior sobre essas questões, potencializando a fiscalização, e também permite a automação dos processos para os gestores, minimizando erros e garantindo maior agilidade no cumprimento das obrigações.

Nesse sentido, o grande exemplo de informatização fiscal pode ser observado com o projeto SPED. Esse projeto, apesar de ter significado relevante avanço tecnológico para as organizações, gerou, ao mesmo tempo, o desafio relativo à adaptação às novas exigências implementadas pela instauração do novo sistema. Essa adaptação tende a ser custosa inicialmente, mas facilita a gestão tributária das organizações.

Nesse processo, as TaxTechs são parceiras importantes para realizar o processo de adaptação de forma eficiente, já que trazem soluções inteligentes que podem ser implementadas no negócio, conseguindo bons resultados e minimizando as chances de erros que possam comprometer a sua empresa.

Quais os passos para uma transformação tributária bem-sucedida

A fim de que a transformação digital tributária para os sistemas informatizados e automatizados ocorra de forma correta, é essencial que a adaptação seja feita adequadamente. Confira os passos para atingir esse objetivo.

Mude a cultura da área tributária da empresa

Antes de qualquer coisa, é necessário compreender que a área tributária da empresa deixou de representar apenas custos para a corporação. Com a aplicação de tecnologia, essa área pode passar a centralizar informações vitais da empresa, e fonte de dados para as mais diversas e relevantes tomadas de decisão.

Identifique os processos tributários da sua organização

Para realizar a transição, é essencial compreender como são os processos tributários do seu negócio: quais demandas e obrigações acessórias devem ser cumpridas, como são emitidas as notas fiscais eletrônicas etc. É por meio dessa identificação que se torna possível realizar o planejamento de transição necessário para implementar soluções tecnológicas que auxiliarão no controle tributário da sua empresa.

Mantenha uma política de controle desses processos

Mesmo que funcionem de forma automatizada, é de extrema importância que, principalmente na fase inicial de transição, ocorra um acompanhamento sistêmico e o controle dos processos digitais. Dessa forma, torna-se possível identificar erros e corrigi-los, principalmente durante a adaptação inicial.

Utilize sistemas de automação de processos tributários

Conte com soluções automatizadas integradas com os sistemas da Receita Federal, como o e-Social, SPED e o sistema de emissão de notas fiscais. Assim, as ações repetitivas podem ser realizadas pelas soluções, agilizando os processos e liberando seus colaboradores para outras questões mais analíticas dentro do setor tributário.

Por que as empresas buscam startups na área tributária?

As empresas que estão buscando as startups como parceiras para auxiliarem na área tributária estão saindo na frente nos processos de transformação. Devemos lembrar que a informatização dos documentos fiscais é uma tendência em diversos lugares do mundo, sendo que, no Brasil, o projeto SPED representou uma das mais relevantes inovações nesse sentido. Futuramente, ele abrigará mais obrigações fiscais — a tendência é que a maioria delas seja realizada por meio desse sistema.

Essa integração automática pode ser bem aproveitada pelos gestores da área tributária, desde que eles consigam observar essa janela de oportunidades e encarem as TaxTechs como aliadas. 

Como exemplo do atual estágio de informatização tributária, hoje uma pessoa física pode utilizar um certificado digital para encontrar sua Declaração de Imposto de Renda previamente preenchida, considerando todas as operações vinculadas ao seu CPF. Esse tipo de oportunidade minimiza erros no preenchimento, erros esses que podem ser encarados como uma espécie de sonegação ou fraude, e que, se confirmados, estariam sujeitos ao pagamento de multas e sanções posteriores.

O exemplo anterior diz respeito às pessoas físicas, mas imagine os benefícios que esse tipo de informatização, aliado aos projetos desenvolvidos por TaxTechs, poderiam trazer para as empresas por meio do rastreamento de operações realizadas pelo CNPJ, já que será possível realizar as declarações praticamente de forma automatizada?

O processo de desenvolvimento tecnológico no âmbito tributário já está bem desenvolvido do lado das autoridades fiscais. Resta agora às empresas perceberem que esse tipo de mudança, embora possa gerar dificuldades e custos iniciais, também podem gerar proveitosas oportunidades.

Entendeu o que é TaxTech? Se você deseja contar com esse auxílio, entre em contato com a Taxcel e saiba mais sobre nossos serviços e produtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This